BEHIND the LIFESTYLE

Uma galeria que vale apena descobrir

Espaço AZ

“Não existem dias típicos. Ou são montagens de exposições, em que queremos que nada falhe e tudo fique impecável, ou é o dia-a-dia que está dependente de quem visita a galeria e da exposição patente. Fica ao critério dos artistas as actividades paralelas que podem existir.”

Q & A

Entrevista por Maria Ana Marques

No dia em que decidimos que queríamos lançar o B/Productions muitas questões nos surgiram e uma delas foi sem dúvida, “onde queremos fotografar e filmar?”

Amigos de amigos levaram-nos até ao Vasco Futscher, Artista plástico e programador do Espaço AZ. Esta é uma galeria por onde já passaram dezenas de artistas e onde os seus sonhos e trabalhos são expostos e partilhados.

O Espaço AZ, situado em Lisboa, tem ao longo destes últimos três anos marcado a sua posição como um local onde a liberdade e a criatividade de de quem lá expõe é expressa… É um local com características únicas onde se promovem a área das artes, como poucos o fazem.

LER REPORTAGEM COMPLETA

1. Quando e como surgiu o Espaço AZ?
O Espaço AZ é um projecto de 2013 que partiu de um diálogo com o proprietário – Pedro Vieira – para dinamizar a antiga galeria Pente 10, de forma a oferecer uma possibilidade diferente a artistas que querem mostrar os seus trabalhos num local equipado. Junto ao jardim das Amoreiras, o espaço foi idealizado pelo Arquitecto Francisco Aires Mateus e funcionou durante algum tempo como a única galeria de arte exclusivamente ligada à fotografia em Portugal.

2. Qual a sua função, Vasco?
Desde o início existiu a vontade de criar uma sala de exposições híbrida em que artistas e curadores pudessem usufruir. Existe uma escolha abrangente e aberta dos artistas e uma preocupação com o sucesso das exposições. O Espaço AZ é uma espécie de “montra glorificada” em que tanto há divulgação como promovemos a venda de obras de arte. Há muito trabalho e produção artística à procura de um espaço para expor, e aqui há as condições para criar esta ponte. Quero poder dizer, como artista, que “dados os artistas que já expuseram, é também muito interessante para mim expor aqui”.

3. Que exposição podemos visitar agora?
Acabou de encerrar uma exposição, Colectiva de A.Calpi, com características muito próprias. Já não sendo um artista jovem, apresentou um corpo de trabalho inédito, de 2000 a 2016, bastante vasto e em variados suportes. A próxima inauguração será no dia 22 de Junho. Teremos uma exposição de alunos finalistas das belas artes.

4. Que tipo de exposições podem ser feitas?
Todo o tipo de exposições. Colectivas ou individuais.  Pintura, escultura, instalação, fotografia, vídeo, etc. O objectivo é manter o foco nos artistas e no trabalho. Existe claro um diálogo com as próprias limitações e barreiras físicas, que pode ter resultados muito interessantes.

5. Que projectos têm em agenda?
Depois da exposição que inaugura no dia 22 de Junho, temos uma série de exposições, colectivas e individuais, a acontecer a partir de Setembro. Estará tudo anunciado na página da facebook do Espaço AZ!

6. Podem-nos contar algo interessante?
Sim. A artista Eduarda Rosa inaugura dia 15 de Julho na Culturgest Porto com curadoria de Miguel Wandschneider. É incrível pensar que a primeira exposição individual desta artista foi em novembro de 2014 no espaço AZ.

7. Qual foi o maior desafio até agora?
Acompanhar a montagens das exposições é sempre um processo interessante. Penso ser um desafio a maneira como o trabalho é exposto e observar as dinâmicas com o espaço. Já aconteceu uma exposição acabar e praticamente em simultâneo, a seguinte inaugurar. São claro, períodos intensos e gratificantes.

8. Que evolução notam no mercado? O que acham que se mantém e o que mudou? Há mais procura de locais para expor?
Sinto uma maior procura e interesse. Em 2016 já agendámos exposições com praticamente um ano de antecedência. Também há um crescente número de seguidores e publico interessado a frequentar o espaço.

9. Qual a melhor parte deste trabalho?
Por um lado, conhecer o processo de trabalho de cada artista, e de preparar as exposições é muito enriquecedor. Posteriormente, poder ver esse trabalho ser bem recebido e reconhecido pelo público.

10. Numa frase como descreveriam o Espaço AZ?
Versátil.

www.espacoaz.pt
www.facebook.com/espacoAZ.galeria


Fotografia por Pedro Lucas