BEHIND the LIFESTYLE

A elegante graciosidade em forma de jóias

Maria João Bahia

“Tenho os meus objectivos sempre muito presentes. Todos os dias trabalho
no sentido de os alcançar, com energia e uma vontade enorme de os realizar.

Q & A

Entrevista por Maria Ana Marques

Durante uma manhã fomos até à loja e atelier da Maria João Bahia, designer de jóias portuguesa que tem vindo a marcar o passo nesta área. Na Avenida da Liberdade, a loja é extremamente simpática e acolhedora, faz-nos procurar e querer saber a história de cada peça e a forma como esta foi produzida.

Com a simpática equipa da Maria João que nos acompanhou durante a nossa visita tivemos oportunidade de conhecer o espaço como pouca o gente o conhece. A designer de jóias contou-nos que todas as peças que desenha são executadas à mão e por isso únicas e singulares. E se as jóias que usamos diariamente, numa ocasião especial ou apenas numa festa são a nossa própria extensão o que poderíamos sonhar pode tornar-se real pelas mãos desta admirável profissional com 30 anos de carreira.

Contou-nos ainda que este ano teve a oportunidade de apresentar uma coleção que desenhou especialmente para a Doha Jewellery and Watches Exhibition, uma feira anual onde se reúnem os maiores nomes da indústria. Com peças inspiradas nas Mil e Uma Noites e no Deserto e excelente recepção por parte de todos, catapultou os sonhos da Maria João Bahia que se prepara para arriscar ainda mais no mercado internacional.

LER REPORTAGEM COMPLETA

1. Quem é a Maria João?
Sou mulher, mãe, e joalheira. Muito determinada e muito focada nos meus objectivos. Os obstáculos para mim, são uma força para a mudança, uma força para continuar.

2. Quando nasceu a paixão por jóias?
Acho que nasceu comigo. Nasci num meio artístico, a escultura, a pintura, o atelier do meu pai, sempre fizeram parte da minha vida. Frequentei a faculdade de direito, mas rapidamente percebi o que queria fazer na vida. Comecei por ir trabalhar para uma oficina no Porto e mais tarde em Lisboa. O trabalho de oficina é o que mais me fascina. Adoro as ferramentas, trabalhar o material, os ácidos, o desenvolver formas.

3. O que se podemos esperar das jóias da Maria João?
Penso que a surpresa, o encantamento. As jóias são para ser descobertas por quem as usa. As minhas jóias, são peças com história, são jóias com alma, para que cada um se sinta especial. Todas são executadas à mão. São únicas e diferentes. Cada uma tem a sua própria vida e história. Sempre com uma componente de prata e ouro e materiais orgânicos.

4. Onde são produzidas?
Todas as jóias são desenhadas por mim, e produzidas segundo a minha orientação, no nosso atelier que é no último piso da loja.

5. Quem são os seus principais clientes?
São pessoas que querem peças únicas, que querem uma jóia de autor, que querem uma jóia com história, uma jóia especial. Tenho clientes portugueses e clientes estrangeiros.

6. Que evolução nota no mercado?
Noto que o cliente está cada vez mais informado sobre o que efectivamente quer, tem mais consciência do valor das jóias, tem uma abordagem mais séria O cliente quer cada vez mais sentir-se único.

7. Qual foi a peça que desenhou e mais a marcou?
Foi sem dúvida, um dos primeiros anéis que fiz, e foi rapidamente vendido. Fiquei tristíssima, estava completamente apaixonada por ele. Passado uns dias fui pedida em casamento e o anel era esse mesmo. Foi uma surpresa fantástica.

8. Qual foi o maior desafio até agora?
Já foram alguns: quando fui convidada para fazer os Globos de Ouro por exemplo. Fazer parte de algo tão importante como desenhar e produzir peças de entregas de prémios é muito honroso e desafiante, são pessoas de excelência que os vão levar para casa no final do dia.

9. Qual o vosso conceito de sucesso?
Coragem, determinação, autoconfiança, persistência, e muito muito trabalho. O sucesso, depende de uma boa preparação, e de uma boa equipa de trabalho.

www.mariajoaobahia.pt
www.facebook.com/MariaJoaoBahiaJoias


Fotografia por Pedro Lucas